Blog da Parábola Editorial

Professora de Ensino Básico do Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ) desde 1993, com Graduação em Letras (Português-Inglês) pela UFRJ (Bacharelato:1991; Licenciatura:1992), Mestrado Interdisciplinar em Linguística Aplicada pela mesma Universidade (1999) e  Doutorado em Língua Portuguesa pela UERJ (2013). É idealizadora do blog “Ensinando com TDIC” (https://ensinandocomtdic.wordpress.com).

Dawton Valentim é mestrando em Linguística Aplicada no Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicadada Universidade Estadual do Ceará, mora em Fortaleza, CE e mantém o blog Ser LinguagemLinguista, professor, revisor de textos, crônico e aspirante a jornalista. Tem mania de fazer 97coisasaomesmotempo e é apaixonado pela potência do(s) afeto(s). Internet afora: @dawtonv.

José Hélder Pinheiro Alves é graduado em Letras pelas Faculdades Integradas de Uberaba (1983), mestre em Letras (Literatura brasileira) pela Universidade de São Paulo (1992), doutor em Letras (Literatura brasileira) pela Universidade de São Paulo (2000) e pós-doutor pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004). Atualmente é professor titular em Literatura Brasileira na Universidade Federal de Campina Grande, PB. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura e ensino, poesia, literatura infantil e literatura de cordel. É membro do GT Literatura e ensino da ANPOLL. 

 

 

Mary Jane Curry é professora associada na Warner Graduate School of Education and Human Development, University of Rochester. 

Theresa Lillis é professora na Faculty of Education and Language Studies, Open University, UK.

Ambas são editoras de Global Academic Publishing: Policies, Perspectives and Practices (2017, Multilingual Matters) e coautoras de Academic Writing in a Global Context: The Politics and Practices of Publishing in English (2010, Routledge) e de A Scholar’s Guide to Getting Published in English: Critical Choices and Practical Strategies (2013, Multilingual Matters).

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Pará (1986), mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (1992), doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (2000). Fez pós-doutorado no Departamento de Antropologia da Universidade da California, Berkeley (2006). Atualmente é professora do Departamento de Linguística da Universidade Estadual de Campinas. Seu Grupo de Pesquisa no CNPq intitula-se "Linguagem como prática social: analisando a produção, a recepção e a avaliação de interações, gêneros do discurso e estilos lingüísticos". Atua nas áreas de Sociolinguística, Linguística do Texto e do Discurso e Linguística Aplicada. Organizou, com Fernanda Mussalim a coleção "Introdução à Lingüística", volumes 1, 2 e 3; com Ingedore Koch e Edwiges Morato, a obra "Referenciação e Discurso"; e com Marli Quadros Leite, "Linguística Textual e Análise da Conversação: panorama das pesquisas no Brasil." É autora do livro didático "Linguagem: práticas de leitura e escrita", volume 2, e é co-autora, com Ingedore Koch e Mônica Cavalcante, da obra "Intertextualidade: diálogos possíveis". Organizou e traduziu, com Renato Rezende e Marco Antônio Machado, a obra "Lingua como prática social: sobre as relações entre língua, cultura e sociedade a partir de Bourdieu e Bakhtin", composta por artigos de William Hanks. Foi coordenadora do Grupo de Trabalho "Linguística Textual e Análise da Conversação" da ANPOLL nos Biênios 2008-2010 e 2010-2012. É membro do Comitê Gestor e Editorial da Cortez Editora. Também coordena o Centro de Pesquisa "Margens", do Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP (Biênio 2009-2011), do qual fazem parte os pesquisadores Suzi Sperber, Sandoval Nonato Gomes Santos, Renato Cabral Rezende e Rosane Alencar. Tem atuado desde 2010 como parecerista das seguintes agências: CAPES, FAPESP e CNPq. Coordena, com Márcia Mendoinça e Marcos Lopes, o Programa PIBID Letras Unicamp, iniciado em 2014. Seus estudos concebem a abordagem da língua(gem) a partir de uma teoria da prática social, focando precisamente nas relações entre a ação verbal, o sistema linguístico e outros sistemas semióticos, e as idéias que os falantes possuem sobre a língua e sobre o mundo social do qual fazem parte. Em função disso, os objetos de estudo privilegiados em suas pesquisas são: i) a heterogeneidade do fenômeno linguístico, com ênfase nos estudos sobre a elaboração de estilos e a formação de registros linguísticos, considerando especialmente recursos textuais-discursivos e multissemióticos, além do fenômeno da reflexividade; ii) a produção, a circulação e a recepção de gêneros do discurso; iii) a estruturação de práticas interativas institucionais.

 

Thaís Nicoleti de Camargo é consultora de língua portuguesa da Folha e do UOL.

Formada em letras pela USP (Universidade de São Paulo), é professora de português desde 1984, tendo atuado em colégios e cursos pré-vestibulares e preparatórios às escolas militares.

É autora dos livros Redação linha a linha(Publifolha), Uso da vírgula(Manole) e Manual Graciliano Ramos de uso do português(editado e distribuído pela Secretaria de Comunicação do Estado de Alagoas).

Carlos Henrique Fioravanti é jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP/SP), em 1983, com especialização em Jornalismo Internacional pelo Reuters Institute for the Study of Journalism da Universidade de Oxford (Inglaterra), em 2007 e doutorado em Política Científica e Tecnológica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp/SP), em 2010.

Escreve como jornalista sobre ciência, meio ambiente e tecnologia desde 1985. É editor especial da revista Pesquisa Fapesp. Recebeu quatro vezes o Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica, em 2003, 2004, 2006 e 2008, e o The Stop TB Partnership Award for Excellence in Reporting on Tuberculosis, em 2009.

Andrea é paulista, filha de pai francês e mãe brasileira, formada como tradutora/intérprete. Desde 2007 vive em Bristol na Inglaterra, com a filha, onde tornou-se a primeira “não britânica” a trabalhar no The English Language Centre Bristol como diretora de marketing para a América do Sul e Homestay Manager. Apaixonada por viagens, ama ler e escrever e adora um cinema. Com a qualidade de vida que a mudança para Bristol proporcionou, aprendeu a cozinhar, hoje um dos seus hobbies favoritos (comer também!).

Sylvain Auroux é pesquisador do CNRS desde 1979 e o fundador, na França, das pesquisas sobre a história e a epistemologia das ciências da linguagem. Sua obra representa uma contribuição de grande importância, reconhecida internacionalmente. Ele é diretor do departamento de  História das teorias linguísticas da École normale supérieure lettres et sciences humaines (CNRS/Université Paris 7).

 

Faculdade de Letras da Universidade  do Porto, Centro de Linguística da Universidade  do Porto (Unidade  de investigação  financiada  pela Reitoria da Universidade do Porto (Programa Santander  Universidades) e pela Fundação  para a Ciência e a Tecnologia  (UID/LIN/0022/2016).

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Letras (Profletras) pela Universidade Estadual de Montes Claros. Possui especialização em Linguística aplicada ao ensino de língua materna pelo Instituto Superior de Educação de Montes Claros (2008). Graduada em Letras Português/Inglês pela Universidade Estadual de Montes Claros (2002). Atualmente é professora efetiva de Língua Portuguesa na E. E. Professor Gastão Valle - Bocaiuva, SEE/MG.

Ana Paula Corti é mestra em Ciências Sociais e assessora da ONG Ação Educativa.

Ana Lúcia Silva Souza é doutora em Linguística Aplicada pelo IEL-UNICAMP, mestra em Ciências Sociais pela PUC-SP. É professora adjunta da Universidade Federal da Bahia - Instituto de Letras - Departamento de Letras Vernáculas.

Márcia Mendonça é mestra e  doutora em Linguística pela UFPE, integra o corpo docente da Universidade Estadual de Campinas (SP), no Departamento de Linguística Aplicada (área de língua materna). Tem experiência na área de Linguística Aplicada, focando suas pesquisas em letramentos, ensino-aprendizagem de língua materna, gêneros do discurso, materiais didáticos, organização curricular, análise linguística e quadrinhos. 

Mestranda na Universidade Federal de Uberlândia – Campus Santa Mônica – Mestrado Profissional em Letras – Profletras – IV turma. Professora-formadora na rede municipal de ensino de Patos de Minas e professora na Escola Estadual Marcolino de Barros – Patos de Minas - MG.

É professor na empresa UFAM, estudou Doutorado em Linguística na instituição de ensino University of Campinas, estuda Psicologia - Formação de Psicólogo - Manaus em UFAM - Universidade Federal do Amazonas, estudou Letras - Língua Inglesa na instituição de ensino Universidade Federal do Amazonas Manaus/AM e mora em Manaus

Doutorando em Linguística Histórica, pela Universidade Federal da Bahia. Mestre em Estudos Linguísticos, pela Universidade Estadual de Feira de Santana, com bolsa da CAPES, e graduado em Letras pela mesma universidade. Debruça-se sobre a pesquisa na área de Linguística Histórica. Coordena o curso de Leitura e Produção de Textos, no Programa Portal (Extensão universitária/UEFS). Possui experiência como professor de Língua Portuguesa no ensino médio das redes pública e privada e de professor de Linguística, na UEFS (Campus Lençóis - Formação de professores). Integra os projetos de pesquisa Programa para a História da Língua Portuguesa - PROHPOR (UFBA) e a equipe baiana do Programa Para a História do Português Brasileiro (PHPB-Ba), além do Tycho Brahe (Unicamp).

Xoán Carlos Lagares Diez é graduado em filologia hispânica galego-português pela Universidade da Coruña (1994), mestre em filologia hispânica galego-português pela Universidade da Coruña (1996) e doutor em linguística, literatura no âmbito galego-português pela Universidade da Coruña (2000). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência em linguística, com ênfase em linguística histórica e linguística aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: galego-português, história social e cultural da língua e política linguística.

Professor do Departamento de Linguística do Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP desde 2007, na área de Teoria Gramatical. Graduado em Letras (2001) pela UFRJ, com mestrado (2004) e doutorado (2006) em Linguística pela UNICAMP e pós-doutorado na USP (2007) e na Universidade de Estocolmo (2014). Desenvolve estudos sobre variação e mudança gramatical no português brasileiro, com estudos formais e sociodiacrônicos em torno de diferentes aspectos sintáticos. Suas pesquisas recentes têm se voltado ao papel do contato linguístico no desencadeamento de inovações gramaticais, com foco em variedades do português no eixo África-Brasil.

 

logo_rodape.png
Blog da Parábola Editorial
Todos os Direitos Reservados

Entre em contato

RUA DR. MÁRIO VICENTE, 394 IPIRANGA | 04270-000 | SÃO PAULO, SP
PABX: [11] 5061-9262 | 5061-8075
Sistemas Web em São Paulo

Search