Blog da Parábola Editorial

Narrativas em tiras - quadrinhos na sala de aula

Narrativas em tiras - quadrinhos na sala de aula

 

O que eles gostam de ler? 

Pesquisa mostra que estudantes escolhem a tira como leitura preferida

 

Os primeiros dias de 2014 trouxeram uma pesquisa com resultados reveladores e que dão muito o que pensar. O estudo revela que as “narrativas em tiras” (voltaremos a essa expressão já, já) são a leitura preferida dos estudantes da rede pública de ensino de São Paulo.

Continuar lendo
6229 Acessos
0 comentários

Gêneros Textuais: um guia de leitura

Gêneros Textuais: um guia de leitura

16 sugestões e um convite

 

A literatura sobre gêneros no Brasil cresceu enormemente. Não é possível ler tudo o que se escreve sobre o assunto, ainda que consideremos apenas a produção brasileira em dissertações, teses, artigos e livros. Esta é apenas uma lista de sugestões, a minha lista, uma lista parcial, sem dúvida. Outros especialistas teriam uma lista diferente, com modificações aqui e ali, especialmente inclusões. Eu mesmo incluiria outros trabalhos importantes, se não fosse a necessidade de manter esse guia dentro de certos limites de brevidade e racionalidade, renunciando a qualquer pretensão de uma listagem exaustiva sobre a temática. No entanto, no meu ponto de vista, as obras aqui citadas, 15 livros e 1 artigo, não deveriam ficar de fora de qualquer levantamento inicial do trabalho com gêneros no Brasil.

Dois critérios orientaram a seleção das obras aqui incluídas: primeiro, foram selecionadas obras disponíveis no mercado, para compra, ou acessíveis para download gratuito na web, quando for o caso. Segundo, a lista propositalmente se restringe a indicações em língua portuguesa.

6253 Acessos
0 comentários

Os gêneros do discurso na sala de aula

Os gêneros do discurso na sala de aula

Como exercitar os gêneros do discurso com alunos do curso de Letras?

Os estudantes do curso de Letras podem ter uma profícua experiência no mundo dos gêneros textuais/discursivos em duas dimensões:

(I) dimensão da vivência como leitor e produtor de textos orais e escritos nas diversas esferas sociais em que os gêneros (primários e secundários) forem utilizados no processo de interação verbal;

(II) dimensão da vivência como professor em formação que precisa conhecer teorias e encaminhamentos para o trabalho de leitura e de produção de textos na perspectiva dos gêneros.

Nas dimensões apontadas, defendo a ideia de “vivência” no sentido de experimentar, na literalidade do termo, e de ter experiência como leitor para formar leitores; ter a experiência de produtor de textos orais e escritos para ser professor de práticas orais e escritas; ter a experiência de analisar a configuração estrutural e composicional, a dinamicidade heterogênea e multifacetada, bem como a circulação ampla e irrestrita dos gêneros textuais para poder conduzir os diálogos que levam à interpretação e construção de sentidos do texto (verbal ou não verbal).

3998 Acessos
0 comentários
logo_rodape.png
Blog da Parábola Editorial
Todos os Direitos Reservados

Entre em contato

RUA DR. MÁRIO VICENTE, 394 IPIRANGA | 04270-000 | SÃO PAULO, SP
PABX: [11] 5061-9262 | 5061-8075
Sistemas Web em São Paulo

Search