Blog da Parábola Editorial

Blog da Parábola Editorial

Graduação de Licenciatura em Letras - Português e Inglês pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (FAFIUV) de União da Vitória - PR. Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade de Taubaté (UNITAU) e Doutor em Letras - Estudos Linguísticos pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Especializações em literaturas de língua...

Graduação de Licenciatura em Letras - Português e Inglês pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras (FAFIUV) de União da Vitória - PR. Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade de Taubaté (UNITAU) e Doutor em Letras - Estudos Linguísticos pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Especializações em literaturas de língua portuguesa (UNICENTRO), língua e literatura portuguesa (FAFIUV) e MBA em gestão Universitária no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL/SEMESP). Atua nas áreas de letras e educação numa visão transdisciplinar dos temas Multiletramentos e gêneros textuais digitais; história regional da leitura; políticas de formação de leitores e de professores; história da Universidade no Brasil (REUNI inovação curricular, universidade criativa, gestão universitária). Pesquisador do LABELFE - Laboratório de Ensino de Leitura, Fala e Escrita (UFTM). Docente do Departamento de Linguística e Língua Portuguesa. Docente permanente e membro do colegiado do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação e do programa Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras. Avaliador de cursos do INEP/MEC. Membro da Academia de Letras do Vale do Iguaçu (ALVI). Membro do Conselho Municipal de Educação de Uberaba - MG.

Mais

Os gêneros do discurso na sala de aula

Os gêneros do discurso na sala de aula

Como exercitar os gêneros do discurso com alunos do curso de Letras?


Os estudantes do curso de Letras podem ter uma profícua experiência no mundo dos gêneros textuais/discursivos em duas dimensões:

(I) dimensão da vivência como leitor e produtor de textos orais e escritos nas diversas esferas sociais em que os gêneros (primários e secundários) forem utilizados no processo de interação verbal;

(II) dimensão da vivência como professor em formação que precisa conhecer teorias e encaminhamentos para o trabalho de leitura e de produção de textos na perspectiva dos gêneros.


Nas dimensões apontadas, defendo a ideia de “vivência” no sentido de experimentar, na literalidade do termo, e de ter experiência como leitor para formar leitores; ter a experiência de produtor de textos orais e escritos para ser professor de práticas orais e escritas; ter a experiência de analisar a configuração estrutural e composicional, a dinamicidade heterogênea e multifacetada, bem como a circulação ampla e irrestrita dos gêneros textuais para poder conduzir os diálogos que levam à interpretação e construção de sentidos do texto (verbal ou não verbal).

  4676 Acessos
  0 comentários
4676 Acessos
0 comentários
logo_rodape.png
Blog da Parábola Editorial
Todos os Direitos Reservados

Entre em contato

RUA DR. MÁRIO VICENTE, 394 IPIRANGA | 04270-000 | SÃO PAULO, SP
PABX: [11] 5061-9262 | 5061-8075
Sistemas Web em São Paulo

Search