Blog da Parábola Editorial

10 motivos para estudar a linguagem online

10 motivos para estudar a linguagem online

Embora a pesquisa online focada na linguagem tenha gradualmente ganhado força, ainda há muitas questões não exploradas

 

A internet e as novas mídias que surgem a partir dela produziram mudanças na linguagem e em seu uso de um modo sem precedentes. Atividades cotidianas passam a se mover mais rapidamente, novas mídias fornecem diferentes relações entre pessoas e tecnologias.

 

David Barton e Carmen Lee apresentam dez razões para estudar a linguagem online e compreender a linguagem:

 

1. O mundo é cada vez mais mediado pelo texto, e a web é parte essencial dessa mediação textual

A escrita se torna cada vez mais importante na vida moderna. Cada vez mais, as novas tecnologias oferecem espaços de escrita novos e distintos. Há uma explosão de novos gêneros e protogêneros, germes de futuros gêneros. Compreender as atividades de escrita online é crucial para a análise do discurso e o estudo da linguagem escrita.

 

2. Conceitos linguísticos básicos estão mudando de significado, tornando-se necessário um novo conjunto de conceitos

A palavra “texto” é um exemplo, não se pode mais pensar em textos como fixos e estáveis. Eles estão mais fluidos com as virtualidades mutantes das novas mídias, tem também se tornado cada vez mais multimodais e interativos. Novas mídias também introduziram novas relações entre as noções tradicionais de fala e escrita, gerando gêneros híbridos na web.

 

O limite entre o autor e o leitor também se torna impreciso com o aumento de conteúdo autogerado na web. Isso levanta desafios para a atual compreensão de áreas da linguística, como pragmática, morfologia e gramática, e das fronteiras entre elas.

 

3. Novos encontros multilíngues online mudam as relações entre as línguas 

A escolha da língua é uma lente importante para uma compreensão do uso linguístico e é onde podemos ver com máxima clareza as questões linguísticas mais gerais. Por exemplo, pessoas que costumavam ser consideradas monolíngues, agora inevitavelmente deparam e trabalham com diferentes línguas ao participar de espaços online.

 

Outro ponto a se considerar é que hoje a tradução é frequentemente uma atividade realizada por máquinas e depois verificada por pessoas. Na comunicação online, também podemos ver como as pessoas usam e padronizam línguas minoritárias e formas que antes eram disponíveis apenas na língua falada estão cada vez mais sendo escritas. Tudo isto são práticas translíngues importantes, introduzidas e reforçadas na internet.

 

4. Recursos linguísticos são mobilizados para afirmar novas identidades e representar o eu em espaços online

A forma como os indivíduos online representam a si mesmos por meio da linguagem nas novas mídias introduz o conceito de biografia tecnolinguística, de vidas relacionadas com a tecnologia em que a linguagem desempenha um papel central. Isso é usado como uma importante fonte de dados da pesquisa e fornece um método para a pesquisa de linguagem e identidade online.

 

5. As pessoas combinam recursos semióticos de novas maneiras e inventam novas relações entre linguagem e outros modos de construção de sentidos

Em particular, elas combinam imagens e outros recursos visuais com a palavra escrita online. Novas relações de linguagem e imagem estão se desenvolvendo.


Não que a imagem esteja substituindo a linguagem, mas elas têm trabalhado em conjunto de forma cada vez mais forte. Este posicionamento baseado em construir sentido por meios multimodais se refere às posturas que as pessoas assumem e expressam mediante formas particulares de linguagem e outros recursos.

 

6. A internet oferece espaços de reflexão sobre linguagem e comunicação

Com as novas formas de participação e diálogo, as pessoas podem ser mais reflexivas, mais conscientes da linguagem e mais tolerantes com as variedades linguísticas. Elas também são mais lúdicas e criativas com a língua, essa criatividade tem a ver com fato de a internet ser um espaço para a mudança linguística.

 

Isso é importante para estudos sobre reflexividade e consciência linguística. Os sites da Web 2.0 (tais como Flickr e YouTube) fornecem às pessoas uma plataforma para refletir e discutir publicamente tópicos linguísticos por meio da escrita gerada por elas próprias, tais como perfis pessoais e comentários.

 

Compreender como funciona a linguagem online também é importante para os linguistas poderem contribuir em discussões públicas sobre a importância social das novas mídias, dando alternativas a teorias deficientes e indo além do determinismo tecnológico.

 

7. A linguagem é fundamental para o constante aprendizado em espaços online

A internet e as tecnologias digitais como ferramentas pedagógicas têm sido largamente adotadas por professores de línguas, em particular. Os espaços online são locais importantes de aprendizagem de todos os tipos, especialmente línguas, a importância da participação na aprendizagem e o papel de outras pessoas e de redes no apoio à aprendizagem se fazem bem presentes nos meios online.

 

8. A compreensão de práticas cotidianas tem sido importante para a pesquisa de letramentos

Embora muitas dessas atividades (tais como preencher declarações de impostos ou pagar contas de serviços públicos) sejam realizadas em resposta a demandas externas, grande parte da leitura e escrita diária, como, atividades como ler romances e revistas, escrever receitas ou listas de compras, são feitas voluntariamente. E é importante que pesquisadores de linguagem e letramento observem como muitas dessas atividades de escrita são agora realizadas e modificadas online.

 

9. A linguagem é central nas novas formas de criação de conhecimento e novas formas de investigação

O campo de estudos sobre mídia começou com uma ideia unidirecional de influência. Essa visão ainda existia nas primeiras impressões da comunicação online na Web 1.0. No entanto, as pessoas estão criando novas formas de conhecimento e de pesquisa online.

 

Ao nomear, escolher, classificar e categorizar de diferentes maneiras, as pessoas usam a linguagem para criar novos conhecimentos e é importante focar nos aspectos de construção de significado presentes na linguagem online.

 

Também é central, a natureza cada vez mais diversificada das práticas de comunicação e do mundo social, como resultado da globalização e dos fluxos de pessoas e ideias ao redor do mundo.

 

10. Novos métodos para pesquisar a linguagem tornam-se possíveis

A internet oferece gratuitamente grandes quantidades de dados textuais. Novas ligações entre as disciplinas são possíveis, na medida em que as abordagens dos estudos de linguagem e letramento complementam outras abordagens e estudos de mídia socioculturais, técnicos e sociológicos.

 

Uma série de questões linguísticas específicas, decorrentes das mídias online, podem ser investigadas (como como identidades múltiplas são realizadas por meios textuais, atos linguísticos de tomada de postura, como os usuários online falam de seu uso da linguagem, bem como os discursos sobre aprendizagem).

 

Esse texto é parte integrante do livro: BARTON, David; LEE, Carmen. Linguagem online: textos e práticas digitais. Trad.: M. Camargo Mota. São Paulo: Parábola Editorial, 2015, pp. 29-38

Adaptação: Carol Fortunato

 

b2ap3_thumbnail_Linguagem-Online.png

Não é errado falar assim! Em defesa do português b...
Parábola Brasil afora

Posts Relacionados

 

Comentários

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Login Aqui
Visitantes
Sexta, 20 Setembro 2019
logo_rodape.png
Blog da Parábola Editorial
Todos os Direitos Reservados

Entre em contato

RUA DR. MÁRIO VICENTE, 394 IPIRANGA | 04270-000 | SÃO PAULO, SP
PABX: [11] 5061-9262 | 5061-8075
Sistemas Web em São Paulo

Search